quarta-feira, janeiro 11, 2006

Doce loucura, será?

Hoje, terça feira, noite de meia lua mas com sabor a queijo.
Reparei que no céu está uma estrela incrivelmente mais brilhante que as outras. A música que preenche os recantos do meu quarto transforma-se numa forte vibração e direcciona-me para a estrelinha mais luminosa do céu. As notas do piano estão cada vez mais fortes, têm ritmo e uma melodia demasiado energetica que me impulsiona para a estrela. Dirijo-me para lá como um foguetão em busca do espaço....!... meu deus é linda a vista daqui de cima!

Passo por entre pedaços de algodão. Tenho que parar por breves momentos, preciso de apreciar tudo, quero guardar esta imagem aqui dentro, bem quentinho, quero saltar no algodão e sentir a leveza de uma alma "comsem" corpo.

Bem, a estrelinha chama-me... a melodia do piano volta a entrar em extase. Estou perto! Falta pouco. Está demasiada Luz... não vejo nada!!! Bolisco o meu corpo para me sentir. Estranho!!! Já Não tenho corpo.
- CORPO, ONDE ESTÁS?? VOLTA PARA AQUI, TU PERTENCES-ME? O piano deixa de se ouvir, agora só estou eu e a luzinha. O corpo deixou-me mas é este o caminho, não vale a pena olhar para trás. A luz deixa de ser luz para passar a ser tudo... deito-me e fico a contemplar as vistas para a bonita esfera que temos debaixo dos nossos pés.

Até amanhã doce loucura!

Dulce

3 comentários:

amora miuda disse...

venho d noite e vejo tabem a lua, ja um pouco mais inchada, mas faz-me lembrar o sonho que es tu, que como aquele piano me contagiou e me deu um pontapé no cú dizendo É!!!! simplesmente... Que Sejas. Que sonhes e não pares.

Até amanhã

...se voltares ao corpo, há outro que te espera dar um abraço para logo partir...

Anónimo disse...

Sim...
Será Paixão?
o momento mais brilhante!
algo tão belo que sabe tão bem sentir...
é o que todos nós deveriamos sempre sentir...todos os dias...num processo sempre crescente até ultrapassar o Amor.
...e depois,seria um triunfo,e todos os dias teriamos uma nova paixão,um novo aperto,uma nova explosão de descoberta...Seria sempre como sonhar e não parar.
...seria sempre um piano e uma melodia nova todos os dias.
Uma aventura por entre pautas e cordas dedilhadas,levantando o pó da sala e homenagiando-nos naquele lugar.
Tão bonito.tao novo.
Um de cá e o outro de lá...sem proximidade dos olhares,sem sabores,sem sentidos,só com mensagens e sons.
..e depois,amanha, uma explosão.
Uma junção dos nossos olhares...um orgasmo desconhecido...um regresso ao corpo e um abraço para logo partir...
...e depois,amanhã!
novamente a lua,ainda mais inchada,com outro sonho e outro lugar.Outra pérola cintilante...outro corpo a regressar.

Vem!
Vamos,todos...
porquê ficar á espera?

.."Assim?"...

Dea disse...

O teu abraço apertado.
O teu olhar quente e insistente.
A tua pele macia...
O tua essência...
A tua voz...e as tuas palavras.
O teu miminho...
O teu doce rosnar de gatinha.
A tua ternura
A tua tranquilidade...
A tua presença...
A nossa Primavera durante todo o ano...
O teu beijo.
O teu beijo.
O teu beijo.

Sinto demasiado para continuar a escrever.
...só consigo encolher-me debaixo dos meus lençois...e ficar abraçado,com muito aperto,em mim próprio,a sentir a alegria e a Chama de ter o teu sorriso dentro de mim.É tão bom!
... :) vou ficar cá dentro,bem quentinho ....
..............D,ea................